Foro

Contestar el mensaje
Contestar el mensaje


 Introduce tu mensaje debajo  Close Tags

arrowbad grinbig grinconfusedcoolsaddoubtevilexclaimideaLOLmadneutralquestionrazzred faceroll eyesshocksmilesurprisewink
Repite el codigo:


Autor: AlMa
Enviado: oct 26 2012 - 07:42
Asunto: tVQGmUNUvPN
Nepf4,Eu acho, sim, que em vez de pasteurizae7e3o esaomts voltando a ter grupos que se identificam, e se rebelam contra o dito senso comum .Olha que interessante: no mesmo capedtulo do qual fazem parte aquelas outras frases que coloquei aqui, o livro diz o seguinte: Havere1 sempre fore7as que impelire3o as pessoas a aderir e0s mesmas crene7as, quero dizer, havere1 sempre a autoridade reconhecida pela comunidade cientedfica internacional, na qual depositamos confiane7a porque vemos que ela e9 capaz de rever e corrigir de maneira pfablica suas conclusf5es, e isso diariamente. ( ) Poderedamos dizer que as verdades cientedficas permanecere3o mais ou menos ve1lidas para todos porque, se ne3o partilhe1ssemos as mesmas noe7f5es mateme1ticas, seria impossedvel construir uma casa .E continua: Mas basta circular um pouco pela Internet para descobrir grupos que questionam noe7f5es que julgamos partilhadas por todos, sustentando, por exemplo, que a Terra e9 oca e vivemos sobre a sua superfedcie interna, ou ainda que o mundo foi realmente criado em seis dias. Por conseguinte, existe o risco de encontrarmos ve1rios saberes diferentes. Este1vamos convencidos de que, com a globalizae7e3o, todo mundo pensaria da mesma forma. Temos um resultado contre1rio sob todos os aspectos: ela contribui para o esfacelamento da experieancia comum .Acho que vc ia gostar do livro Bjs!